fbpx

Vanderlei Rigatieri, WDC Networks sobre o Coronavirus

Em entrevista, Vanderlei Rigatieri, CEO & Presidente da WDC Networks, comenta sobre os impactos da pandemia do Covid-19, o Coronavírus:

Confira o vídeo:

RT360 – Quais os impactos previstos do coronavírus para o setor de distribuição de tecnologia?

Ainda é cedo para mensurar os impactos. Na medida em que os negócios em geral devem sentir uma retração, acredito que o setor de TI também pode sentir esse impacto. No nosso caso específico na WDC, temos alguns produtos de infraestrutura de rede de telecom (FTTH) que deve se manter ativo, dada a maior demanda por internet dos home-office, etc. Também temos um modelo de negócio de “Tecnologia as a Service” que facilita a vida de quem não pode investir e precisa da tecnologia, pois pode pagar mensalmente em até 60 meses. Mas temos um desafio sem dúvida, e temos que focar em nossas atividades, para manter as nossas operações e, por consequência, minimizar os impactos, sejam eles quais forem.

RT360 – Há algum planejamento para essas primeiras semanas da empresa com seus clientes?

Sim, estamos estruturando o nosso plano de contingência e comunicando aos nossos clientes as próximas ações que serão tomadas. Já colocamos mais da metade das equipes em home-office, equipamos seus computadores com sistemas de VPN e colaboração para evitar ruptura no atendimento comercial. Nossa meta é não parar as atividades, seja de distribuição, seja de atendimento a clientes e parceiros.

RT360 – Quais dicas daria para seus clientes manterem seus negócios e projetos?

Em primeiro lugar é preciso manter a calma para que assim seja possível manter o foco neste momento desafiador. Em segundo lugar, estreitar ainda mais o relacionamento com parceiros e clientes para uma efetiva comunicação e, por consequência, a manutenção dos projetos e continuidade dos negócios. Em terceiro lugar, manter a transparência nos processos, para que não haja falhas na comunicação interna e externa. E tentar ao máximo extrair lições deste episódio: medidas como o home office, por exemplo, que geralmente são adotadas em situações de emergência, podem se tornar cultura em muitas empresas. Ter sistemas de vídeo conferencia com as filiais, e sistemas remotos para executivos é fundamental. É preciso saber olhar as oportunidades que têm origem nas crises e saber virar a chave no momento oportuno.

Resultado de imagem para vanderlei rigatieri
Fotos Divulgação/Diego Rodarte 

Vanderlei Rigatieri,
CEO & Presidente
da WDC Networks

Veja mais matérias sobre o coronavírus, clique aqui