fbpx

Pregão foi publicado no último dia 10 no Diário Oficial da União

A União pretende economizar cerca de R$ 8,5 milhões com a compra centralizada de softwares para 55 órgãos, informou hoje (10) o Ministério da Economia. O pregão eletrônico foi publicado na edição do dia 10 de novembro do Diário Oficial da União.

Ao todo, a pasta deve desembolsar R$ 41 milhões. Responsável por centralizar a licitação, a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia informou que a economia virá tanto da redução de custos com processos de aquisição como com a obtenção de descontos vinda da centralização da compra em maiores volumes.

Outra economia indireta será obtida com a virtualização dos softwares no Poder Executivo Federal. O governo pretende criar versões virtuais de servidores que possam ser usadas em conjunto por vários órgãos, sem a necessidade de investimentos em máquinas físicas que não compartilham recursos de tecnologia da informação.

Um ganho adicional, explicou a Secretaria de Gestão, será o fornecimento do direito de atualização e de suporte dos softwares pela empresa vencedora. O próprio edital estabelece essa obrigação nas propostas, o que elimina a necessidade de o governo executar gastos adicionais quando uma versão de software apresenta problemas ou é atualizada.

Publicado em 10/11/2020 – 15:28 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília / edição: Aline Leal