fbpx

O mundo está mudando rapidamente e os empreendedores também precisam mudar. Embora a pandemia continue a impactar comunidades em todo o mundo, os especialistas concordam que o pior já passou. Enquanto olhamos com cautela para um futuro mais brilhante, tanto os indivíduos latinos quanto as pequenas e médias empresas precisam de soluções que os capacitem a evoluir e enfrentar as novas realidades que enfrentamos como sociedade. Grandes empresas têm softwares sofisticados, departamentos de RH enormes e soluções de TI, mas e quanto as pequenas? O caminho para a prosperidade começa com a adoção da tecnologia, incluindo um pivô para o trabalho híbrido, o domínio de novas ferramentas e habilidades e um foco maior na segurança. Com o início da recuperação econômica, as pequenas e médias empresas latinas serão a força motriz do progresso econômico de nossa comunidade e responsáveis pelo crescimento de um novo mercado digital. 

Nesse ambiente de mudança, a cultura do “faça você mesmo” emergiu com o uso crescente de ferramentas low-code, que permitem a qualquer pessoa, independentemente de sua capacidade técnica, criar aplicações rapidamente. Durante a pandemia, as organizações descobriram como as ferramentas low-code permitiam aos trabalhadores criar rapidamente aplicativos e automações para atender aos clientes de novas maneiras e manter sua força de trabalho envolvida em um ambiente remoto. Simplesmente, não havia desenvolvedores profissionais suficientes para atender à demanda repentina por novas soluções em um ambiente inesperado como o que passamos, e a demanda de aplicativos só vai aumentar. A Microsoft projeta que mais de 500 milhões de apps serão construídos nos próximos cinco anos e, desses aplicativos, a demanda pelos apps móveis está crescendo cinco vezes mais rápido do que os departamentos de TI podem suportar. Esse surto de low-code faz sentido, já que as PMEs buscam a continuidade dos negócios e um mecanismo para atualizar continuamente seus sistemas, ofertas aos clientes e produtos sem a exigência de um grande período de tempo, o que se mostrou custoso no passado. Ferramentas low-code também atraem desenvolvedores profissionais, aumentando sua produtividade e liberando tempo para projetos mais importantes. 

Power Platform da Microsoft é um conjunto de ferramentas low-code que permite a qualquer pessoa criar aplicativos e automações para agilizar seu trabalho. Outro ponto forte da plataforma é a capacidade de equipar as empresas com soluções de nível empresarial quando mais precisam. Os empreendedores agora podem eliminar tarefas repetitivas, amplificar seus dados e oferecer experiências mais envolventes ao cliente. 

Embora nosso ambiente atual, com mais de um ano de pandemia, seja desafiador, a necessidade de uma força de trabalho qualificada não é novidade. Com isso em mente, a Microsoft reuniu todas as partes da empresa, incluindo LinkedIn e GitHub, e lançou uma iniciativa global em junho de 2020 para aprimorar as habilidades digitais de 25 milhões de pessoas economicamente impactadas pela pandemia da Covid-19. Nove meses depois, 30 milhões de pessoas em 249 países haviam sido alcançadas. 

Em sua essência, a iniciativa de habilidades globais da Microsoft beneficia aqueles que foram mais afetados, incluindo proprietários de pequenas e médias empresas e seus funcionários. O acesso gratuito a programas de aprendizagem pode ajudá-los a adquirir as habilidades digitais necessárias neste cenário de rápida mudança, à medida que os proprietários de empresas procuram adaptar seus modelos de negócios e buscar a recuperação econômica. Além disso, à medida que as PMEs se posicionam para se manter competitivas em uma economia mais digital, encontrar funcionários que tenham as habilidades digitais necessárias pode ser um desafio. A iniciativa de habilidades pode ajudar a preencher essa lacuna. 

Este é o exemplo de Jinny Riddle, proprietário de uma pequena empresa latina em El Paso, Texas, participante da iniciativa de habilidades globais da Microsoft. Sua experiência com o LinkedIn Learning através da Microsoft deu-lhe novas habilidades, desde aprender a gerenciar seus negócios até se tornar uma líder empresarial melhor. Para saber mais sobre sua história e jornada de qualificação, veja-a no “Hoy Día”, da Telemundo. 

No verão passado, a Microsoft mais uma vez reforçou seu compromisso de ajudar as pequenas e médias empresas a desenvolver suas habilidades digitais com o lançamento de um programa piloto nos Estados Unidos. A iniciativa reúne recursos de desenvolvimento de habilidades de todo o ecossistema da Microsoft para tornar mais fácil para as pequenas e médias empresas implementar estratégias inovadoras para o sucesso de sua organização. 

A pandemia não tem precedentes em muitos aspectos, mas uma de suas principais características é que ela não distingue geografia, raça, riqueza e cultura das pessoas. As consequências para a saúde não pouparam países nem segmentos da sociedade. Na mesma linha, a recuperação positiva que agora começa para a comunidade empresarial latina deve operar com o mesmo esforço para todos. Graças a novas abordagens, como iniciativas de low-code e habilidades digitais, as PMEs estão equipadas com as ferramentas que precisam para competir em grande escala com diferentes tamanhos de concorrentes. 

FONTE: https://news.microsoft.com/pt-br/um-novo-mundo-requer-novas-habilidades-mas-a-tecnologia-pode-igualar-o-campo-de-atuacao-para-pequenas-e-medias-empresas-latinas/