fbpx

O mercado corporativo a nível global está em constantes mudanças, devido a alguns fatores como: O mix entre as gerações dentro das empresas, surgimento de novas tecnologias, desenvolvimento de novos modelos de negócios e a alta geração de dados provenientes de alguns sistemas em específicos.

É fácil identificar grandes modelos de negócios, com estruturas mais enxutas e maior competitividade, dentro deste contexto, é possível destacar empresas como Yellow, Uber, Netflix, provenientes de tecnologias e mindset diferenciados. As Startups por exemplo, estão atuando fortemente no mercado brasileiro, pois além de possuírem uma estrutura enxuta, a agilidade de forma geral também é item referenciado, principalmente porque estas empresas já “nasceram” com a Transformação Digital escritas em seu DNA, porém e as grandes corporações que estão se movimentando para essa realidade, estão enfrentando grandes barreias e algumas dificuldades.

De forma geral, um dos principais desafios para as organizações que estão se movimentando para a Transformação Digital é a necessidade de mudança interna, ou seja, pessoas, processos e comunicação. Algumas empresas costumam ser mais imediatistas, e aguardam resultados financeiros rápidos e provenientes dessa transformação, mas não se atentam a base da pirâmide.  

Sendo assim, destaca-se os principais motivos para essa mudança interna ou na base da pirâmide.

1 – Choque cultural e de costumes – Com a Transformação Digital, há grande choque cultural e de costumes, algumas pessoas estão acostumadas a trabalhar da maneira que já estão acomodadas, e com o surgimento de tecnologias como RPA por exemplo, o qual irá agilizar processos manuais, algumas pessoas acreditam que estão correndo riscos de perder seus empregos, o que não é verdade, pois assim como foi durante da Revolução Industrial, as máquinas substituíram alguns homens em trabalhos extremamente braçais, e os mesmos passaram a atuar em outras atividades, como até mesmo na programação e coordenação das mesmas. Sendo assim, se não houver mudança de cultura e mentalidade dos colaboradores da sua organização, o trabalho para Transformação Digital ficará cada vez mais árduo.

2 – Processos ágeis – Quando se fala neste tópico, não se é referido somente com a automatização de alguns processos executados de forma manual, por exemplo, processos de CTRL C + CTRL V ou que ainda são dependentes de meios físicos como papel. Os processos ágeis vão além disso, nesta etapa, é necessário que a empresa se mova para as novas metodologias ágeis de Gestão de Projetos, geração de propostas, identificação de oportunidades internas e externas. Como você pode observar, SCRUM e Design Thinking são duas metodologias que estão sendo observadas a pouco tempo no mercado e a tendência de empresas se adaptarem as mesmas é muito grande devido a nova economia e mercado.  

3 – Comunicação – Este papel é fundamental para disseminar o conhecimento das novas práticas adotadas, todos da empresa precisam estar alinhados sobre a estratégia da Transformação Digital, caso contrário, a mudança não ocorrerá.

Sendo assim, pode-se observar que a Transformação Digital não é uma atividade fácil e que além disso a Tecnologia não é o fim para isso e sim o meio, por este motivo, deve-se analisar todos os itens críticos da sua corporação para traçar a melhor estratégia a longo prazo.

Por Victor Carreiro | especialista em inovação e transformação digital

By rt360