fbpx

Como as dificuldades para milhares de pequenas empresas do país para obter crédito continuam, a Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe) firmou uma parceria pra acelerar a liberação de recursos de uma linha do BNDES, a do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito, conhecida como PeaC Maquininhas. Essa linha é disponibilizada pelo BNDES por meio da fintech BMP Money Plus. Até agora, esse programa emprestou 300 milhões de reais no país, mas com essa aceleração o plano é conseguir emprestar R$ 1 bilhão até o final do ano. 

Além disso, existe um apelo do setor produtivo ao governo federal para que essa linha e também o Pronampe, aquela com base em lei proposta pelo senador catarinense Jorginho Mello, sejam transformadas em linhas permanentes. Esse será um tema abordado na 17ª Convenção Nacional das Micro e Pequenas Empresas, evento virtual que abre nesta terça-feira e vai até quinta-feira, com transmissão a partir do Sebrae, em Florianópolis.

O empréstimo via maquininha é vantajoso ao segmento de pequena empresa. O empreendedor pode solicitar até R$ 50 mil para pagar em 36 meses, com carência de 6 meses e juros de 0,49% ao mês. A cobrança acontece com o desconto de 8% do valor das vendas diárias realizadas nas maquininhas. Não é preciso apresentar aval. O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, acredita que esse incentivo da entidade neste mês vai ajudar as empresas no acesso ao crédito. 

Interessados em solicitar financiamento devem acessar o site www.conampe.org.br. E quem deseja participar da convenção também pode acessar o evento pelo site da Conampe.

Por Estela Benetti, 30/11/2020 – 15h21 – Atualizada em: 01/12/2020 – 09h29

By rt360