fbpx

Inteligência Artificial ajudando a humanidade contra o Covid-19

Uma startup italiana criou um chatbot que ajuda o sistema de saúde a diagnosticar prováveis casos de COVID-19.

Seria simplesmente impossível contratar e treinar um imenso volume de atendentes humanos para ajudar na triagem e no esclarecimento de dúvidas de uma população inteira como a italiana.

A tecnologia de IA mostra sua aplicabilidade. Confira na matéria divulgada abaixo:

“O governo da Itália colocou toda a população do país em torno de 60 milhões em quarentena e impôs medidas como proibição de reuniões públicas e restrições de viagem para tentar conter o vírus.

A startup, Paginemediche, criou a ferramenta para apoiar os esforços de emergência em saúde, fornecendo uma triagem online no diagnóstico de infecções.

Paginemediche é uma empresa de saúde digital do portfólio de empresas da Healthware, e seu chatbot foi projetado sob a supervisão médica do Dr. Emanuele Urbani, clínico geral em Milão.

Foi desenvolvido com base nas diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde da Itália e usado como suporte para triagem telefônica para destacar possíveis casos de coronavírus.

O chatbot também pode ser usado para ajudar os médicos a interagir com os pacientes através de visitas remotas e também foi adotado pela região da Lombardia em seu portal institucional.

A Agência Provincial de Serviços de Saúde em Trento também adotou a ferramenta e a oferece como um serviço público de saúde diretamente em seu site.

O Paginemediche também possui um aplicativo que permite ao GOS realizar visitas remotas usando um serviço de telemedicina, e isso está sendo fornecido gratuitamente para reduzir o número de visitas às clínicas.

O objetivo é reduzir os riscos que o tráfego adicional de pedestres pode ter para aumentar a contaminação entre indivíduos saudáveis ​​e infectados.

O anúncio foi feito quando a Itália aceitou as medidas draconianas impostas pelas autoridades para conter a propagação da doença.

Os números mais recentes mostram que agora existem mais de 10.000 casos de coronavírus na Itália, que é o país mais atingido da Europa.

Na Lombardia, um ponto de acesso para o coronavírus está considerando medidas ainda mais rigorosas do que aquelas já impostas em todo o país.

Segundo a BBC, as medidas consideradas incluem fechamento de lojas, escritórios e transporte público.”

Foto: NIAID Rocky Mountain Laboratories (RML), NIH
Fonte: Pharmaphorum

por Cezar Taurion

Ler outros artigos de Cezar Taurionclique aqui

Partner e Head of Digital Transformation da Kick Corporate Ventures e presidente do i2a2 (Instituto de Inteligência Artificial Aplicada). Na sua carreira, entre outras atividades, foi Diretor de Novas Tecnologias Aplicadas e Chief Evangelist da IBM Brasil e sócio-diretor e  líder da prática de IT Strategy da PwC. É autor de nove livros e professor convidado da Fundação Dom Cabral. Foi professor do MBA em Gestão Estratégica da TI pela FGV-RJ e da cadeira de Empreendedorismo na Internet pelo MBI da NCE/UFRJ.

https://www.linkedin.com/in/ctaurion/

*Cezar Taurion é Partner e Head of Digital Transformation da Kick Corporate Ventures e presidente do i2a2 (Instituto de Inteligência Artificial Aplicada). É autor de nove livros que abordam assuntos como Transformação Digital, Inovação, Big Data e Tecnologias Emergentes. Professor convidado da Fundação Dom Cabral. Antes, foi professor do MBA em Gestão Estratégica da TI pela FGV-RJ e da cadeira de Empreendedorismo na Internet pelo MBI da NCE/UFRJ.