fbpx

Intelbras (INTB3), novata na Bolsa, apresentou avanço de 190,2% no lucro líquido do quarto trimestre de 2020, totalizando o valor de R$ 206,7 milhões. No acumulado do ano, o lucro foi de R$ 327,9 milhões, alta de 73,2%.

Segundo a companhia de telecomunicações, a demanda pelas linhas de produtos comercializadas pela Intelbras se manteve-se em alta. Além disso, teve crescimento de vendas em todos os canais de comercialização. “Destacamos que a demanda se mostrou ainda mais aquecida no quarto trimestre, de forma que entramos em 2021 com carteira de pedidos a serem atendidos em diversas categorias de produtos”, informou o documento.

A empresa, que estreou na Bolsa de Valores (B3) no mês passado, registrou uma receita líquida de R$ 671,2 milhões, avanço de 39,7% na comparação com o quarto trimestre de 2019. Já em 2020, essa receita ficou em R$ 2,1 bilhões, alta de 25,7%.

De acordo com a Intelbras, a receita avançou devido ao crescimento de volumes em todos os segmentos de atuação e também devido à nova forma de contabilização do crédito financeiro decorrente da Lei de Informática.

Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 158,9 milhões no quarto trimestre, alta de 156,3%. Por sua vez, no acumulado do ano, o Ebtida ficou em R$ 409,7 milhões, avanço de 102,3% em relação ao ano anterior.

A Intelbras estrou na B3 no dia 4 de fevereiro de 2021. Em seu primeiro pregão fechou em alta de 25,33%, negociada a R$19,74. No último pregão, segunda-feira (22), a ação encerrou a sessão em leve alta de 0,21%, cotada a R$ 19,09.

Na análise do BTG Pactual (BPAC11) os resultados fortes reforçaram o otimismo da instituição com a empresa e a recomendação permanece de compra com o preço-alvo de R$ 28,00

“Não podíamos esperar uma estreia melhor. Achamos que a Intelbras passará por uma reavaliação no processo à medida que a empresa constrói seu histórico (que é impecável quando olhamos para a década passada) como uma empresa listada”, informou o banco em seu relatório.

Sobre a Intelbras

A Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira, conhecida como Intelbras, foi fundada em 1976 em São José, Santa Catarina. A companhia é especializada em equipamentos domésticos e corporativos.

O seu portfólio inclui:

  • câmeras de segurança,
  • telefones domésticos com e sem fio,
  • roteadores, placas de rede com e sem fio,
  • alarmes,
  • portaria eletrônica,
  • interfones,
  • aparelhos dedicados a videoconferência.

Mais recentemente, a empresa vem avançando na área de captação e desenvolvimento de sistemas de energia solar.

A companhia afirma estar presente em 98% dos municípios com potencial de consumo eletrônico no Brasil, além de que exporta seus produtos para diversos países.

No seu canal de rede, a Intelbras afirma que conta com 370 distribuidores, que comprar seus produtos e revendem para cerca de 80 mil revendedores credenciados.

FONTE: Suno