fbpx

Entrevista: Adalberto Bem Haja sobre o impacto do Coronavírus no mercado de tecnologia

Em entrevista exclusiva, Adalberto Bem Haja, CEO da BHC Sistemas de Segurança Eletrônica, comenta sua análise sobre os impactos da pandemia do Covid-19, o Coronavírus, sobre o mercado de tecnologia.

RT360 – Quais os impactos previstos do coronavírus para o mercado de tecnologia e Segurança Eletrônica?

Temos a tendência de retração no consumo em todos setores, principalmente para os próximos 60 dias. Para o mercado de segurança eletrônica a tendência é de escassez de componentes eletrônicos para a montagem de hardwares, que somado a alta do dólar, pressionará ainda mais os custos dos equipamentos para cima. Projetos com tempo de maturação maior, serão atingidos, pois os integradores não conseguirão manter os valores orçados e eventualmente considerado nos budgets de seus clientes, o que trará redução em margens nos projetos que serão vendidos e, em outros casos, fará clientes não darem sequência nas contratações. 

RT360 – Há algum planejamento para essas primeiras semanas para os gestores com seus clientes?

Temos disseminando a troca de experiência nas muitas boas plataformas existentes para colaboração de equipes remotas, bem como incentivado fortemente a substituição de reuniões presenciais por reuniões remotas. Preparamos vídeo explicativo sobre os principais cuidados de prevenção ao vírus para ser compartilhado com colaboradores, fornecedores e clientes. Criamos grupos de discussão para levantarmos ideias de como conseguirmos produzir mais, mesmo mediante toda essa dificuldade, como por exemplo, aproveitar que não teremos o desperdício de tempo em deslocamentos, para nos dedicarmos a fazer contato telefônico com absolutamente todos clientes da base, bem como aumento do time de monitoramento remoto dos sistemas de alarme e imagens dos nossos clientes.

RT360 – Quais dicas daria para os clientes manterem seus negócios e projetos?

Algumas providências que julgo serem essenciais para manter os negócios de pé e prontos para a retomada do crescimento, assim que toda essa dificuldade passar:

  • Buscar ao máximo a redução de custos operacionais, principalmente com itens não essenciais. Não ter receio em renegociar custo e prazo de pagamento com fornecedores. Em pequenos e médios negócios, reduzir bonificações e pró-labores dos founders, é bem visto;
  • Rever o planejamento anual, reduzindo expectativas para evitar frustações de todo time;
  • Evitar avançar com projetos que necessitam de maior saída do caixa da empresa, momento é de buscar se manter líquido;
  • Focar em investimentos de marketing digital e que tenham ROI positivo e seja estratégico;
  • Calma, paciência e resiliência. Já vivemos e superamos outras crises, superaremos essa também;
  • Momentos de crise são excelentes para pensarmos no incomum, de forma inovadora, buscar enxergar o que ninguém está vendo, estar atento e aberto a novas oportunidades, que sempre surgem na dificuldade;

Boas práticas que usarmos nesse momento difícil e que derem certo, poderemos adotar como rotina para quando tudo voltar ao normal, nos tornarmos mais ágeis e produtivos.

Resultado de imagem para adalberto bem haja

Adalberto Bem Haja, engenheiro eletrônico com MBA em gestão estratégica e econômica de negócios, empreendedor desde os 17 anos, founder e CEO da BHC Sistemas de Segurança (empresa de 12 anos no mercado), investidor anjo e mentor de algumas startups que buscam desenvolver soluções tecnológicas para o mercado de segurança.

Confira mais matérias sobre o coronavírus, clique aqui