fbpx

Empreendedores de sucesso assumem o gerenciamento de crises e se planejam

Na frequente busca por conciliar trabalho com vida social e familiar, para conseguir trabalhar duro e ser feliz, ou então de ser sempre o melhor ou com que os outros nos vejam como especial, acabamos caindo na armadilha de achar que, para alcançar essas coisas, não podemos errar e, ainda pior que isso, minimizarmos nossos erros para não ficarmos frustrados e desmotivados.

Vejo com frequência pessoas que ao contar sobre algo que não deu certo em suas vidas (sem distinção da parte pessoal ou profissional, pois ambas tratam de uma vida, de uma única pessoa), ou ao estar diante de um erro cometido, começam a falar do assunto justificando o porquê falharam. 

Ao justificar a falha, nós criamos uma espécie de alivio mental, que nos faz diminuir a relevância do ocorrido. Isso não é legal, não porque sou a favor das pessoas ficarem se martirizando, muito pelo contrário, é porque estamos desperdiçando uma bela oportunidade que a vida está nos dando de entendermos o erro, o que poderíamos ter feito para mitigar a falha, como poderíamos ter conduzido a atividade de forma mais precisa, como o negócio poderia ter tido mais sucesso, mais aceitação e etc.

Diante do momento pandêmico que estamos vivendo, estamos recebendo uma enxurrada de desculpas prontas para nossos negócios quebrarem, pelos empregos perdidos, pelo endividamento aumentar, por não praticar exercícios, por não encontrar um familiar e assim por diante. Sugiro fortemente, fazermos uma constante reflexão, de forma que passemos a olhar com mais atenção para as nossas culpas e mais que isso, passemos a ser os protagonistas do que não deu certo.

Óbvio que em todas situações que algo não dá certo em nossas vidas, existem fatores externos e sobre poder de outros, mas sempre existe a parte que cabe 100% à nós e é nessa que temos que focar, pois quanto mais a culpa for nossa, mais temos o domínio e a condição de aprendermos com o erro de forma a corrigi-lo e estarmos preparados para quando a próxima situação semelhante surgir estarmos prontos.

Vamos praticar o que estou falando usando o momento que nossa sociedade vive. Seu negócio não vai quebrar por causa da pandemia, não use nem aceite isso como desculpa. A pandemia apenas está deixando tudo mais complexo, mas seu negócio pode quebrar porque você não fazia gestão de caixa, não tinha planejamento de médio e longo prazo, não tinha reserva de emergência, não praticava pensamentos inovadores, não acompanhava tendências de mercado, não fazia gestão do seu time e processos, assim por diante. 

Então assuma a culpa, isso será libertador, pois mesmo que seu negócio chegue ao extremo de ruir, você estará recebendo uma oportunidade riquíssima de aprender com esses erros, colocar em prática um novo você e estará firme (muito firme) para as próximas crises. 

Falhar é ruim, mas falhar e não saber (ou não assumir a culpa) que falhou é péssimo!! Falhar, saber que falhou e usar a falha para tomar ações que façam a falha não acontecer, é ótimo.

Por Adalberto Bem Haja

Adalberto Bem Haja, engenheiro eletrônico com MBA em gestão estratégica e econômica de negócios, empreendedor desde os 17 anos, founder e CEO da BHC Sistemas de Segurança (empresa de 12 anos no mercado), investidor anjo e mentor de algumas startups que buscam desenvolver soluções tecnológicas para o mercado de segurança.

https://www.linkedin.com/in/adalbertobemhaja