fbpx

Entenda a tecnologia DWDM, os desafios mais comuns na operação e veja como se aprofundar no assunto de forma gratuita.

Tenho acompanhado o mercado de provedores regionais de serviços (ISP) aqui na RT360 desde os meus primeiros artigos. Sempre tive uma grande admiração por esses empreendedores, principalmente pelo fato de serem bastante práticos e curiosos em busca das soluções para atender aos clientes de forma rápida e eficiente.

Os tempos atuais geraram uma mudança de comportamento no tráfego de dados, pois houve uma mescla de tráfego doméstico e corporativo, afetando diretamente aos service providers. O volume de dados cresceu muito devido ao tráfego gerado pelos home office aliado aos novos hábitos dos usuários com o consumo de conteúdo, streaming, games e conferências online.

Rede, Óptico, Fibra Óptica, Arame, Dados, Equipamentos


Hoje, sem dúvida nenhuma, a otimização dos recursos de sua rede de dados, flexibilidade na capacidade de transmissão em suas fibras aliados à operação de rede eficiente minimizando downtime estão entre as principais preocupações dos provedores regionais .

A trajetória mais comum de grande parte dos provedores regionais é iniciar seu negócio atendendo uma pequena cidade e entregando o tráfego de seus clientes em pontos de presença de outras operadoras. 

À medida em que avança em número de clientes e expandem para outras cidades, vem a necessidade de interligar as cidades atendidas através de uma rede óptica própria para entregar o tráfego diretamente nos pontos de troca de tráfego de internet. O detalhe é que os pontos de troca de tráfego normalmente são regionalizados e a uma distância considerável.

Felizmente a tecnologia está mais evoluída para atender a essa demanda crescente por banda com distâncias cada vez maiores. 

O DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing ou Multiplexação Densa por Divisão de Comprimento de Onda) é uma tecnologia que permite aumentar drasticamente capacidade da fibra óptica, pois multiplica a capacidade de transmissão pelo número de canais DWDM.

Os sistemas DWDM disponíveis hoje permitem a utilização de dezenas de canais simultâneos em uma única fibra. Além disso, os sistemas DWDM permitem que o sinal possa ser transmitido a milhares de quilômetros de distância.

Mas nem tudo são flores, o uso do DWDM acrescenta complexidade à operação, e pode trazer alguns pontos a serem verificados com atenção. Exemplos disso são a degradação da fibra e o alinhamento de canais.

Podemos imaginar que se cada canal DWDM é uma pista e quando você precisa expandir o número de faixas (canais DWDM) basta retirar os cones de uma pista ociosa e pronto, pista liberada para tráfego (canal DWDM liberado).
Na verdade, não é tão simples assim. Nem todo sistema DWDM é igual e a maior parte dos sistemas implantados atualmente exige que todos os canais sejam realinhados para implantação de um novo canal no sistema DWDM existente. 

Isso é necessário para evitar que a nova potência do canal gere ruído nos canais existentes.
Essa manobra (a menos que você esteja utilizando um sistema mais moderno) gera custos de manutenção, times em campo, janelas de manutenção bem como o ajuste de todo o sistema novamente como se fosse a operação inicial da fibra.

Além do alinhamento de canais DWDM, existe a ação do tempo.

No mundo ideal, depois de toda a instalação do sistema DWDM você poderia pensar: é só não mexer que vai dar tudo certo.
Quem dera! As fibras ópticas podem sofrer degradação com o passar dos anos. 

Fibras de lançamento aéreo podem sofrer com atenuações decorrentes de ancoragens mal-feitas ou eventos naturais, como galhos de árvores fazendo pressão sobre o cabo ou eventualmente causando ruptura.

Já as Fibras subterrâneas passam por ruas ou rodovias, e cada obra na calçada ou acostamento o risco de corte na fibra está presente. A fibra partida precisa ser emendada e a nova emenda acrescenta perda. 

Nos projetos para DWDM são feitos cálculos que levam em consideração emendas adicionais na margem de segurança para o sistema, porém quanto maior a margem de segurança, mais caro o projeto.

Muitas vezes estas degradações causadas por emendas e pelo envelhecimento da fibra são responsáveis por falhas intermitentes ou constantes nos canais DWDM.

Resolver situações como estas se torna difícil e é necessário lançar mão de recursos sofisticados de testes, medições com instrumentos para diagnosticar e resolver o problema. Mais uma vez os custos de manutenção acabam acontecendo. 

Todo o cenário de sistemas DWDM pode parecer bastante complicado de entender, mas eu tenho uma dica de ouro para você.

Talvez você esteja se perguntando como saber mais sobre DWDM com mais aprofundamento nos benefícios e desafios de uma rede DWDM.

No próximo dia 05 de maio às 14:30, a Ciena e PROISP irão realizar uma LIVE para discutir os desafios na operação de rede DWDM. O evento conta com a participação especial do Adriano Struck da Unifique, Rafael Felipe da Veloo, Rafaela Werlang da CIENA e dos consultores Eduardo Ken e Alexandre Gonçalves.

Ronaldo Couto será o moderador. Ronaldo tem experiência de 28 anos no mercado de telecom e redes de fibra óptica e instrutor de cursos específicos para provedores de internet, sendo responsável pela formação de mais de seis mil profissionais em todo o Brasil.

Os temas que mencionei neste artigo serão abordados com mais profundidade e você poderá interagir com os participantes tirando suas dúvidas.

Melhor de tudo, é gratuito através do link http://www.tinyurl.com/cursoDWDM .

Inscreva-se, tire suas dúvidas, participe do treinamento e não desanime, investimentos em sistemas DWDM deixaram de ser opção há muito tempo. Esses investimentos garantem o crescimento de seu negócio.

Saúde, prosperidade para todos vocês!! Sejam prudentes (be safe)!!!

Por Wallace Rodrigues Wanderley 

 Wallace Rodrigues, Engenheiro de Telecom pelo INATEL há 26 anos, desenvolvendo negócios no mercado TI e Telecom, ajudando a clientes e parceiros a impulsionar seu core business.  Especialização infraestrutura de TI/Telecom e em segurança da informação e Proteção de Dados | Membro da Associação Nacional dos Profissionais de Privacidade de Dados (ANPPD®) | Colunista Especialista da RT360.

www.linkedin.com/in/wallacerw

https://revistatecnologia360.com.br/category/wallace-rodrigues

By rt360