fbpx

COMPETÊNCIAS CRÍTICAS PARA INOVAÇÃO

Que estamos vivendo cada vez mais em um mundo de inovação, não existem dúvidas. Inovação deixou de ser uma prerrogativa e passou a ser uma questão de sobrevivência.

Podemos citar casos de negócios inovadores e disruptivos surgidos recentemente e que mudaram completamente a forma de vivermos, como aplicativos de carros, bicicletas e até patinetes compartilhados. Podemos citar também os super aplicativos, onde na palma da sua mãe e dentro de uma única plataforma, podemos pedir comida, remédios, pagamos contas, fazemos transferências e até tomamos empréstimos.

Agora, empresas são formadas por pessoas e para negócios serem inovadores, as pessoas precisam ser inovadoras. Sendo assim, vamos falar um pouco sobre seis competências críticas (essenciais) que os profissionais precisam ter para estarem dentro desse novo mundo e terem sucesso.

Soluções de Problemas: Capacidade de resolver problemas complexos em tempo real. Esta é uma das habilidades mais importantes que precisamos desenvolver para sermos bem-sucedidos. Essa capacidade é coleção de processos e ações fundamentais para resolver problemas mal definidos, o que não pode ser alcançado com atividades de rotina. Combinações criativas entre conhecimento e um amplo conjunto de estratégias são necessárias.

Criatividade: Pensar e trabalhar de forma criativa em ambientes digitais e não digitais (off-line) para desenvolver soluções exclusivas e úteis. Ser criativo, não necessariamente é criar algo totalmente do zero, muito pelo contrário, quase todas invenções e descobertas do mundo de hoje são baseadas em algo que já existe, em algo que alguém criou com base em outras coisas que já existiam, porém, conseguir mudar a forma de uso ou a aplicação.

Pensamento analítico: Possuir a habilidade de pensar analiticamente, o que inclui a capacidade em comparar, contrastar, questionar, avaliar, sintetizar e aplicar sem instrução ou supervisão. Ser observador, ler bastante (conteúdo de qualidade), praticar jogos e lógica, todos dias aprender alguma coisa nova e se oferecer para voluntariar em algum projeto, são algumas dicas de que podem nos ajudar bastante a desenvolver o pensamento analítico.

Colaboração: Capacidade de colaborar de forma transparente em espaços físicos e virtuais, com parceiros reais e virtuais em todo o mundo. Ações como buscar sempre conversar com seus pares de trabalho, deixando claro que todos possuem liberdade em interagir contigo e usar ferramentas de gestão colaborativa, onde as informações de todos envolvidos ficam concentradas e todos podem acessar, ajudam a sermos mais colaborativos.

Comunicação: Não apenas com texto e fala, mas saber se comunicar nos diversos formatos multimídia. Ser capaz de se comunicar visualmente por meio de vídeo e imagens com a mesma eficácia que se faz via fala ou texto.

Ética: A ética está relacionada ao caráter, uma conduta genuinamente humana e enraizada, que vêm de dentro para fora. Inclui adaptabilidade, responsabilidade fiscal, responsabilidade pessoal, consciência ambiental, empatia, tolerância e consciência global 

Por Adalberto Bem Haja

Adalberto Bem Haja, engenheiro eletrônico com MBA em gestão estratégica e econômica de negócios, empreendedor desde os 17 anos, founder e CEO da BHC Sistemas de Segurança (empresa de 12 anos no mercado), investidor anjo e mentor de algumas startups que buscam desenvolver soluções tecnológicas para o mercado de segurança.

https://www.linkedin.com/in/adalbertobemhaja