fbpx
man wearing silver framed eyeglasses

De acordo com dados da NSFOCUS, referência mundial em segurança cibernética, houve um aumento de 31% no número de ataques DDoS nos últimos quatro meses, em comparação com setembro, outubro, novembro e dezembro do último ano. Neste ritmo, 2021 deverá ultrapassar em 10 milhões o número total de ataques ocorridos no ano anterior.

Em um momento de extrema dependência da internet, como meio de trabalho, estudo e lazer, os ataques de negação serviço são utilizados para chantagear suas vítimas, em sua maioria empresas, levando-as a indisponibilidade. Outra forma utilizada é a tentativa de quebra do código da aplicação, possibilitando acesso privilegiado ao sistema.

“O mercado de ataques cibernéticos está crescendo em progressão geométrica nos últimos anos, e não somente devido a pandemia. O aumento de equipamentos potencialmente vulneráveis conectados na internet (com o IOT e 5G), a sofisticação das técnicas de ataques e o barateamento de recursos computacionais para se gerar um ataque, contribuem de forma exponencial”, afirma André Mello, vice-presidente da NSFOCUS na América Latina.

Sobre a NSFOCUS

Fundada em 2000, a NSFOCUS é reconhecida como uma das líderes do mercado mundial em soluções de rede e segurança cibernética. Hoje, opera globalmente com mais de 3.000 funcionários em duas sedes em Pequim e uma em Milpitas, na Califórnia, além de 40 escritórios espalhados pelo mundo. Iniciou suas operações na América Latina em 2016 pelo Brasil e, desde então, já expandiu os negócios para o Chile, Peru, Colômbia, Argentina e México. Dentre os mais de 9 mil clientes, seis dos 10 líderes globais de telecomunicações, e quatro das cinco maiores instituições financeiras do mundo, são protegidas pela empresa.

By rt360