fbpx

Quando você pensar em criar ou renovar sua marca e colocá-la na internet, não deixe de atentar para as cores. Elas precisam estar totalmente sincronizadas ao perfil do público e aos seus anseios e desejos. As cores têm uma influência incrível na compra de produtos e, quando não tem a interferência física de um vendedor, são elas que ajudam o consumidor a se decidir.

Neil Patel, um dos maiores influenciadores da web (como define o Wall Street Journal), entende que “fazer compras é a arte da persuasão. Embora existam muitos fatores que influenciam como e o que os consumidores compram, […] muita coisa é decidida por pistas visuais, sendo a cor mais forte a mais persuasiva”. Para ele, o consumidor dá mais importância à aparência visual e às cores do ao que som, cheiro e textura.

Pesquisa da Kissmetrics de 2017 mostra que 93% dos consumidores sofrem influências visuais quando vão decidir sobre uma compra e 85% são motivados por cores. Daí a importância de escolher bem as cores de um site, sobretudo quando se trata de um e-commerce. Na psicologia das cores. nota-se a força desse fator na decisão do comprador, por isso, unir um bom layout a uma combinação de cores e tons faz toda a diferença no mercado.

Segundo o blog da Loja Integrada, “utilizar a psicologia das cores no e-commerce é uma forma mais barata e rápida de acrescentar um nível de personalização à loja”. Artigo do site e-Commerce Brasil também defende esse princípio. Sob o título “A psicologia das cores aplicada ao e-commerce”, o texto aborda a importância da personalização e a influência das cores no impacto que causa ao consumidor. Trata-se de um fator motivador da compra e que, com uma cor bem aplicada, deixa a pessoa até incomodada em sair do site sem fazer um único pedido.

O site lista algumas cores, como elas agem no cérebro dos consumidores, justificando-as para o e-commerce. O azul representa clareza, simplicidade e eficiência. Em sites de produtos de saúde e higiene, pode cair muito bem. O amarelo pode ser um agente transformador do ambiente. Atua ainda com poder de concentração. Está relacionado a vida e dá sensação de alegria, além de favorecer a criatividade. Pode ser utilizado em lojas virtuais de produtos infantis, por exemplo.

A cor vermelha tem forte influência na impulsividade e no desejo do consumidor, além de transmitir satisfação. O vermelho juntamente com o laranja são bastante utilizados em sites de refeições, por serem quentes e dar a sensação de fome ou necessidade de adquirir o produto com certa rapidez. Por falar em laranja, essa cor é atrativa, imperativa, embora possa também ser considerada um tanto agressiva e apelativa. Nota-se em algumas lojas que ela se aplica em botões de ação. Na psicologia das cores, traz a sensação de produtos bons e baratos.

Esperança, criatividade, abundância, equilíbrio, positivismo são características encontradas na cor verde. Ela dá motivação para que se siga em frente, com isso, ajuda na decisão do cliente de finalizar sua compra. Não é por acaso que no semáforo o verde assinala para continuar o trajeto. Já a cor rosa no e-commerce remete ao romantismo, à sedução. Por isso, em sites de roupas íntimas femininas, estética e floricultura se aplica bem.

O roxo e o preto são cores pouco usadas em e-commerce. Representam autoridade, justiça, espiritualidade, concentração, no caso do roxo. Já em relação ao preto, pode se associar a tristeza, embora se conecte a dignidade, poder e confiança. Produtos de arte, como quadros e esculturas podem ser bem aproveitados em sites que utilizam essas cores, pela seriedade que elas transmitem.

Antes de criar ou reformular sua loja virtual, não se baseie no achismo ou no seu gosto pessoal por determinada cor. Analise seu público. Concentre-se na psicologia, na relação que ele faz de sua vida, suas necessidades, seus interesses e procure associar tudo isso a cores e tons de seu site e à combinação de tudo isso com sua marca. Esta, certamente, será a parte importante dos seus resultados.

By rt360