fbpx

Quando falamos da migração do CFTV Analógico para CFTV IP, estamos falando da transição do passado para o futuro. Porém, a pandemia nos mostrou que o futuro é agora, transformando essa transição como do passado para o presente.

O processo de mudança de tecnologia que vinha acontecendo há alguns anos, tende a acelerar ainda mais no período pós-pandemia, onde na prática muitos de nós passamos a depender ainda mais da tecnologia no nosso dia a dia.

A alta demanda por internet de forma geral, fez com que lugares que demoravam para que a infraestrutura chegasse, acelerassem a construção de suas redes de internet, tudo isso impulsionado pelos seus provedores.

Com a rede chegando em tantos pontos e de forma tão acelerada, a tendência é que os sistemas de segurança sejam mais rapidamente adequados a rede, por isso, a importância das empresas de instalação em se capacitar o mais rapidamente possível nesse ambiente, para muitos, o CFTV IP ainda é um paradigma a ser quebrado.

O CFTV IP apresenta grandes vantagens. Infraestrutura, alta definição, vídeo inteligente e capacidade de armazenamento são pontos altos. 

Com o sistema de CFTV IP, acaba a necessidade de levar o cabeamento da câmera até o gravador. Neste caso, os equipamentos são conectados à rede e não precisam necessariamente estar no mesmo ambiente, além do que, com o CFTV IP, para sistemas que demandam longas distâncias de cabeamento, são possíveis a utilização de fibra ótica em conjunto com conversores de mídia ou links de rádio, o que não é uma possibilidade para sistemas analógicos.

Com o sistema em rede, a expansão é facilitada, pois é possível interligar grupos de câmeras através dela, além disso, diferente dos sistemas analógicos, o CFTV IP elimina problemas de ruídos e interferências de sinal dos cabeamentos coaxiais tradicionais, melhorando a qualidade das imagens.

Ganha-se também na infraestrutura, pois com o cabeamento estruturado homologado e certificado, a infraestrutura da rede pode ter 25 anos de garantia. 

As empresas que passam a utilizar sistemas IP já começam a sentir boas diferenças em relação aos sistemas analógicos no acesso, pois com câmeras analógicas o acesso se dá via gravador, já as câmeras IP, o acesso pode ser feito por qualquer computador da rede.

O CFTV IP é também mais seguro do ponto de vista da instalação física do sistema, uma vez que em sistemas analógicos a facilidade de roubo das imagens se dá porque todo cabeamento tem como destino o gravador, o que facilita o caminho até o DVR. 

As empresas de instalação que ainda não iniciaram a migração de tecnologia precisam iniciar esse processo, fazendo treinamentos e colocando os sistemas IP como opção na oferta de soluções.

É fato que por conta da pandemia, o tempo de migração das tecnologias foi acelerado, as empresas que não buscarem atualização e ingressarem no mundo IP, sofrerão muito com a concorrência, o mercado demanda alta tecnologia nos projetos de segurança, e o momento pede soluções em ambientes de redes.

Atualize-se e Bons Negócios!

Por Fabio Cometti

Especialista em Formação de Carteiras de Clientes, Gestão de Equipes e Estratégias Comerciais.
linkedin.com/in/fabiocometti

By rt360