Wi-Fi Marketing: como um roteador wireless pode influenciar seu negócio

Oferecer Wi-Fi aos clientes deixou de ser um diferencial. Pelo contrário: hoje, liberar conexão aos visitantes é uma necessidade de mercado. Porém, você sabia que, além de disponibilizar o sinal de internet Wi-Fi para as pessoas que frequentam o seu estabelecimento, é possível utilizar esse recurso para promover e divulgar o seu negócio? Trata-se do Wi-Fi Marketing! Vamos mostrar como ele funciona.

O Wi-Fi Marketing é uma ferramenta de apoio estratégico que permite à sua empresa impulsionar as vendas e aumentar o ticket médio ao aproveitar as oportunidades geradas pela forma como os clientes acessam a internet no seu estabelecimento.

O funcionamento é simples: ao escolher a rede da empresa, o usuário é redirecionado para uma página personalizada de conexão à internet, que pode conter um anúncio ou propaganda personalizada do negócio, ou até mesmo soluções como questionários.

Nesta página, solicita-se que o visitante faça um breve cadastro, podendo optar, por exemplo, por fazer login pelas redes sociais ou, a alternativa mais conhecida, realizar check-in no Facebook.

Além de ajudar a criar uma comunicação mais direta e eficiente com o cliente, o Wi-Fi Marketing ajuda a tornar a solução mais segura para todos (empresários e visitantes), pois torna obrigatório o cadastro daqueles que desejam se conectar.

Principais vantagens do Wi-Fi Marketing para a sua empresa

Aproveitar oportunidades de mercado

A grande vantagem do Wi-Fi Marketing vem justamente da coleta das informações de clientes e visitantes. Com isso em mãos, a empresa consegue criar um banco de dados com métricas relevantes para compreender melhor o comportamento dos consumidores e, assim, ter insights valiosos que permitem trabalhar as dores do negócio e desenvolver ações de divulgação e promoção mais assertivas.

Desse modo, o Wi-Fi Marketing oferece oportunidades de mercado importantes para o seu negócio. Quando utilizados de forma eficaz, os dados coletados podem ajudar a aumentar as vendas do estabelecimento e o ticket médio dos consumidores.

É possível, por exemplo, criar anúncios segmentados para públicos específicos de acordo com informações comportamentais e demográficas. Exemplo: clientes entre 30 e 40 anos que frequentaram o local por, pelo menos, duas vezes.

Outra possibilidade é a personalização de ofertas, como fornecer descontos para produtos específicos que o cliente pesquisou, mas que, por algum motivo, não concluiu a compra.

Tomar ações mais estratégicas

Os dados coletados também podem servir para repensar o negócio e auxiliar na tomada de decisões. Ao ter acesso a informações como a quantidade de usuários que logaram em sua rede e confrontá-las com a circulação de pessoas no local, por exemplo, a empresa conta com números concretos para embasar futuras decisões estratégicas para aumentar suas vendas, como alterações no layout da loja ou até mesmo mudança de endereço.

Manter uma base de usuários atualizada fornece, também, subsídios para que o empreendedor possa atuar de forma preventiva, por meio da mensuração da satisfação dos clientes e identificação de possíveis pontos de crise, como reclamações e obstáculos de vendas.

Ampliar a visibilidade

Ao exigir que o usuário faça login social ou utilize a ferramenta de check-in no Facebook para ter acesso à internet, a empresa amplia seu alcance e visibilidade, uma vez que as informações sobre o estabelecimento são automaticamente compartilhadas no perfil de quem se conectou à rede, tornando-se visíveis a outras centenas ou milhares de pessoas.

Por meio desse compartilhamento, o empreendedor pode, ainda, observar o número de curtidas e comentários, e identificar o perfil dos clientes que frequentam seu negócio. Tudo isso ajuda na elaboração de estratégias de atração e fidelização.

Como utilizar o Wi-Fi Marketing na sua empresa

O Wi-Fi Marketing pode ser uma ferramenta eficiente para empresas de todos os portes, uma vez que o investimento necessário em equipamentos e tecnologia é relativamente baixo.

Atualmente, existem no mercado diversas opções de roteadores, hotspots e access points focados no público corporativo. Esses dispositivos compartilham o sinal de internet com o clientes em troca da disponibilização de informações para cadastro e login. Além disso, são equipamentos mais potentes, que suportam um grande número de acessos simultâneos e garantem a qualidade e força do sinal em todo o estabelecimento.

Os dispositivos mais modernos podem ser gerenciados por aplicativos próprios, que, entre outras vantagens, facilitam a customização do portal de acesso à rede.

Vale apontar, no entanto, que muitas vezes a instalação e configuração desses recursos exige o auxílio de um profissional técnico em TI.

Fonte: Intelbras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *