WhatsApp Business e Sebrae-SP anunciam parceria

As duas companhias têm como objetivo ajudar o empreendedor a conhecer melhor as funcionalidades do app

WhatsApp e o Sebrae-SP anunciaram uma parceria para educar e treinar empreendedores para usar o aplicativo de mensagens da melhor maneira possível.

Lançada em janeiro de 2018, a versão Business do app já tem cerca de 5 milhões de cadastros. Com funcionalidades voltadas para negócios, 73% dos empreendedores afirmam que o WhatsApp Business contribuiu para o aumento das vendas.

A parceria entre as duas empresas foi apresentada durante um evento na cidade de São Paulo, nesta quarta-feira (13/11). Além de representantes do Sebrae-SP e do Facebook, companhia proprietária do WhatsApp, o evento contou com a presença de micro e pequenas empresas que usam a plataforma em sua versão Business, como a Boutique de Krioula e a Pura Bioglitter.

Por enquanto, a parceria se estende apenas pelo estado de São Paulo. “Futuramente, esperamos expandir para todo o país”, disse Alexandre Robazza, gerente do Sebrae-SP. Segundo ele, o objetivo final é ajudar os empreendedores a ganhar dinheiro. “Queremos ensinar a usar a ferramenta da melhor forma”, afirmou.

De acordo com Pablo Bello, diretor de políticas públicas para mensageria para América Latina do Facebook, o WhatsApp não é mais apenas uma forma de se comunicar com família e amigos, mas também para fazer negócio. “Temos que usar a tecnologia como forma de desenvolver o negócio da melhor forma”, disse. “A plataforma é hoje uma ferramenta de transformação digital”.

“O WhatsApp é como o telefone para o empreendedor de 15 anos atrás”, disse Alexandre Giraldi, consultor de marketing do Sebrae-SP. Ele foi o mediador de um painel que uniu empreendedores de diferentes áreas para discutir os benefícios do aplicativo. Estavam presentes: Isabela Lepera, fundadora da Cupcakes by Isa; Elis Iafélix, fundadora da Com Eira e Beira; e Cláudio de Luna e Fernanda Borges, da Luna Funerária.

Isabela afirmou que o WhatsApp Business representa hoje 70% das vendas. “As pessoas que entram em contato pelo aplicativo estão mais decididas a comprar então temos uma alta conversão”, afirmou a empreendedora.

O negócio é pequeno e Isabela trabalha como Microempreendedora Individual — sendo a cozinha dentro de sua própria casa. “Se eu não estiver nas redes sociais, eu não existo”, disse. “Eu preciso ser achada pelo meu cliente”. A dica da empreendedora para os presentes no evento foi nesse sentido: esteja presente em todas as redes desde o começo. “Como MEI eu tenho pouco dinheiro, então estou presente em tudo que é gratuito”, afirmou.

Luna, fundador da Luna Funerária, concordou. “Onde o cliente estiver, temos que estar também”, disse. O empreendedor faz 80% do seu atendimento via WhatsApp Business, 24 horas por dia. Segundo ele, a força da plataforma se dá pela sua agilidade de retorno. “Com o app conseguimos acelerar o envio dos documentos, por exemplo”, afirmou Fernanda, que faz o atendimento da funerária.

Fernanda disse que os dois tiveram dificuldades no início para entender como usar a ferramenta dentro do mercado. “Vamos adaptando todas as funcionalidades que surgem para o nosso setor”, disse.

“Eu uso todas as ferramentas que surgem a meu favor”, afirmou Elis. Dona de um brechó com presença apenas digital, a empreendedora afirma que o WhatsApp Business é a plataforma onde ela consegue vender para os clientes mais rapidamente.

Apesar de essa rapidez ser extremamente benéfica para os dois lados, Elis pediu para que os empreendedores prestassem atenção nessa velocidade. “Cria-se uma expectativa de resposta instantânea”, disse. Isabela concordou e deu como dica usar a funcionalidade de resposta automática do aplicativo. “Ela te ajuda a ganhar tempo, principalmente se você tem uma equipe reduzida”, afirmou.

Fonte: PEGN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *