O sinal do Wi-Fi está fraco? Saiba como melhorar o alcance

Oferecer mobilidade e conveniência para acessar a internet de qualquer lugar da casa ou da empresa. Essa é a função de uma boa rede wireless. Afinal, a qualidade do sinal do Wi-Fi interfere no desempenho de praticamente todas as atividades online do nosso dia a dia.

Seja no uso doméstico, para jogar, fazer streaming de filmes e músicas, usar as redes sociais e compartilhar informações com outros dispositivos e eletroeletrônicos (veja mais sobre o conceito de ‘casa inteligente’); ou então no uso corporativo, para realizar diferentes tarefas e, especialmente, quando é preciso oferecer uma navegação eficiente para os clientes, o sinal do Wi-Fi, hoje, é indispensável e quase um item de ‘primeira necessidade’.

Portanto, uma das principais preocupações de quem está sempre conectado no mundo digital é contar, sempre, com um bom sinal do Wi-Fi – considerando mais especificamente o alcance do sinal. Está com este tipo de problema? Veja então como melhorar a qualidade da conexão.

Dicas para otimizar o sinal do Wi-Fi

As redes wireless são estabelecidas através de ondas de rádio, assim como celulares, rádios e televisões. A informação é recebida pelo roteador por cabo, através de sinal elétrico, que os decodifica e retransmite através de uma antena por sinal wireless (eletromagnético), estabelecendo a conexão de um ou mais dispositivos com a web. Porém, há alguns fatores que influenciam e podem otimizar o sinal do Wi-Fi. Saiba quais são eles.

Ter um roteador adequado

roteador é o principal equipamento para o compartilhamento do sinal do Wi-Fi. Assim, é preciso contar com um aparelho que seja adequado às suas demandas.

No entanto, de forma geral, para ter mais qualidade e alcance no sinal do Wi-Fi, vale considerar os seguintes pontos:

Posição e local de instalação

É importante que seu roteador esteja em um local com menor interferência possível. Obstáculos como paredes, seja de concreto, vidro ou metal, podem bloquear a propagação do sinal. Móveis, espelhos e eletrodomésticos (como telefones e micro-ondas) posicionados perto do roteador também podem causar interferência. O ideal é que ele seja instalado em local alto e central da sua casa ou empresa. Desta forma, irá receber menos interferência destes fatores externos.

Antena

Verifique a potência e a posição da antena do seu roteador. Em relação à potência, ela é indispensável para emitir um sinal forte, de maneira que os dispositivos conectados possam recebê-lo com constância e intensidade. Já sobre as antenas, elas devem sempre estar na posição vertical para uma melhor transmissão do sinal. Nunca deixe as antenas curvadas ou direcionadas para baixo.

Atualização

Atualizações de softwares pelos fabricantes de roteadores são comuns, e isso certamente pode melhorar o desempenho e segurança da sua conexão Wi-Fi. Verifique com frequência as disponibilidade de novas versões e atualize seu aparelho.

Pode ser preciso adquirir um repetidor de sinal

Caso não seja possível instalar o roteador em um local adequado, você pode utilizar um equipamento chamado repetidor de sinal. Ele tem como função captar o sinal do Wi-Fi do roteador e ampliar o alcance para grandes ambientes.

Esse dispositivo é portátil e pode ser instalado facilmente em qualquer cômodo da casa ou ambiente da empresa. Dê preferência a um local onde o sinal do roteador possa ser ampliado – vale lembrar que ele só repete o sinal já existente. O repetidor de sinal ainda conecta a sua smart TV à internet e pode ser utilizado como roteador em pequenos ambientes.

No artigo Repetidor Wi-Fi: dicas de como usar você encontra mais informações para melhorar a performance desse dispositivo.

sinal do wi-fi

 

Conheça os dispositivos Mesh

Como estamos falando em alcance do sinal do Wi-Fi, a tecnologia Mesh é a ideal para aumentar a eficiência e estabilidade das redes wireless. De forma resumida, podemos dizer que os dispositivos Mesh funcionam como roteadores e repetidores. Isso porque, seus aparelhos (pelo menos um par) se comunicam e criam um sistema inteligente de pontos de acesso para rotear automaticamente o sinal.

O que isso significa? Que os usuários, ao se locomoverem pelos ambientes, vão acessando o ponto com o melhor sinal e frequência no momento. Não é necessário, por exemplo, que o dispositivo conectado ‘saia’ da rede do roteador para ‘entrar’ na do repetidor. É o próprio sistema Mesh que analisa as diversas possibilidades de entrega do sinal, definindo sempre o melhor caminho para chegar até o usuário.

Access Point é ideal para empresas e comércios com mais usuários conectados

Se você precisa melhorar o sinal do Wi-Fi em sua empresa (lojas, consultórios, pousadas etc), vale ficar atento também a um outro item, de grande importância: o número de usuários que estarão conectados na rede wireless.

Este é um fator que pode prejudicar – e muito – a qualidade do sinal. Portanto, nos casos em que for necessário ter muitas conexões simultâneas (até 200 dispositivos dependendo do modelo), o ideal é utilizar um Access Point, ou AP. Este aparelho, que pode ser chamado de roteador corporativo, melhora a experiência de navegação, pois permite criar redes diferentes para os tipo de uso – gerência, chefia, clientes, aberto ao público etc –, cada uma com uma senha específica (fica a critério do estabelecimento utilizar diferentes acessos ou não).

 

Fonte: Intelbras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *