O que NUNCA fazer numa seleção

Por Fernanda Catalano

Se você parar para conversar com qualquer recrutador, irá colecionar histórias de comportamentos bizarros em entrevistas de emprego. Mas calma, não ´é qualquer deslize que irá comprometer sua disputa por uma boa oportunidade profissional. Para ser descartado, de vez, é preciso cometer um erro grave. Confira quais equívocos mais comuns e perfeitos na missão de acabar de vez com suas chances durante a entrevista:

1. Demonstrar ser algo que não é
Um pouco de marketing pessoal é necessário para encantar o recrutador com suas experiencias e trajetórias, certo? Mas tem candidatos que se coloca na entrevista como um “semideus”, E é nesse momento que o profissional pode colocar tudo a perder.
Há vários exemplos de situações reais: é a participação em projetos que se transformarem experiencia de liderança de equipe; times que são inflados propositalmente com o intuito de aumentar a relevância das responsabilidades de gestão e por aí vai.
Isso sem contar na gama de qualidades e habilidades que, em muitos casos, ficam apenas no discurso.

2. Mentir sobre cargos e tempo de empresa
Esse é o mais complicado. É que quando descoberta, uma mentira no currículo ou na entrevista, certamente o candidato é eliminado. Muito comum o candidato falsear cargos e aumentar o nível hierárquico. Formação acadêmica incompleta que se “transforma “em bacharelado.

3. Omitir problemas de conduta
O motivo nada honroso de saída de uma empresa pode até ser omitido na entrevista. Mas, quando chegar o momento de buscar referencias, a verdade pode vir à tona e o candidato, eliminado.
4. Fazer “leilão “salarial
Usas o processo seletivo para barganhar um aumento na empresa atual; o candidato participa de todas as fases do processo de seleção e no último desiste, pois conseguiu o aumento salarial que ele buscava desde o início. Esse candidato não será mais convidado.

5. Revelar informações confidenciais
A quebra de sigilo é inaceitável, isso gera exposição e risco para o futuro empregador.

6. Mostrar falta de interesse ou excesso de arrogância
Não prestar atenção ao que o recrutador está falando, adotar uma postura arrogante, mantes os olhos grudados no relógio ou levá-los a” passear” pela janela e objetos, todos esses pontos se tornam negativos na entrevista. Existem candidatos que agem como se fizessem um favor ao consultor de estar ali, demonstrando falta de paciência em responder as perguntas

#pensenisso

 

Fernanda Catalano
Consultora empresarial – headhunter
Formada em Filosofia, mestra em ciências da religião pela PUC
Pós-graduada em psicologia fenomenológica e gestão estratégica de pessoas

Ler outros artigos de Fernanda Catalano, clique aqui

Um comentário em “O que NUNCA fazer numa seleção

  • 23 de maio de 2019 em 13:15
    Permalink

    I think you have noted some very interesting points , appreciate it for the post. dkgbbcbcdgff

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *