fbpx

O Desconforto da mudança

Por Fernando Calil

Toda mudança gera desconforto, inclusive as mudanças que proporcionam benefícios para as pessoas.

O ser humano por essência é resistente a mudança em função dos hábitos e crenças que foram “embutidas” em nossa mente desde o nascimento.

Um dos muitos significados da palavra mudar, diz que a mudança é dar outra direção, desviar. Mudar envolve riscos e novas experiências que podem ser boas ou não. E é esse ponto que gostaria de abordar nesse artigo, pois só mudando saberemos se o que temos hoje é melhor ou pior.

O bom de mudar é que se descobrirmos que o que tínhamos era melhor podemos tentar voltar a situação anterior. Já se mudarmos e verificarmos que o novo é melhor, criaremos um novo referencial do que é bom e evoluiremos.

Sabe aquela frase futebolística que diz: “que em time que está ganhando não se mexe” . Sou totalmente contra esse pensamento, pois vejo uma acomodação nessa frase. O time pode estar ganhando por 2 x 0, porém não está bem esquematizado e treinado e rapidamente o adversário “virar o jogo” e ganhar a partida. Nesse mesmo exemplo podemos fazer mudanças no time e alterarmos o placar para 5 x 0 e deixar a vitória mais garantida.

A mudança deve ser sempre provocada no sentido de evolução e não como uma “bengala” do fracasso.

por Fernando Calil

Gerente de Canal Varejo e Distribuição – Brasil

Especializado no departamento comercial (Vendas, Marketing e Inteligência Competitiva), principalmente no mercado de IoT, Automação Residencial e Materiais Elétricos.

Engenheiro de Produção formado na POLI – USP com MBA em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas.

Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *