Entenda como o Big Data impacta nos negócios

Saiba como a tecnologia pode revolucionar (e já está revolucionando) o mercado

O desenvolvimento da tecnologia influencia de maneira direta o que ocorre em todo o mundo. Recursos, produtos, serviços e processos são desenvolvidos, melhorados e aplicados diariamente em prol de melhores resultados, e um dos maiores destaques recentes é o Big Data.

Há que se dizer que ela não nasceu há tão pouco tempo, já que o termo já vem sendo utilizado desde a década de 1990. Os créditos de sua popularização costumam ser dados ao cientista de computadores John Mashey, mas foi nos últimos anos que sua força aumentou.

Vamos entender do que se trata essa tecnologia com potencial tão grande, como ela funciona e de que forma pode impactar no mundo dos negócios.

Big Data, Information, Technology, Computers, Data

O que é Big Data?

Uma definição de 2016, do relatório “A formal definition of Big Data based on its essential features”, diz que o termo representa ativos de informações caracterizados por volume, velocidade e variedade tão grandes que demandam tecnologia e métodos analíticos específicos para sua transformação em algo de valor.

O conceito se baseia em conjuntos massivos de dados, cujo tamanho excede o que é aceito e utilizado por programas e aplicativos comuns, que são usados para capturar, organizar e processar dados em um período tolerável de tempo e, assim, trazer resultados compreensíveis.

A filosofia envolvida costuma abranger dados não-estruturados, semi-estruturados e estruturados, embora o foco do Big Data seja os não-estruturados, aqueles que precisam de tratamento total para que proporcionem informações valiosas.

O tamanho dos dados não é um conceito fixo e vem mudando com o passar do tempo, o qual varia de algumas dezenas de terabytes (1 TB = 1.000 GB) até vários exabytes (1 EB = 1.000.000 GB ou 1 milhão de GB), o que ajuda a entender porque o conceito é conhecido como Big Data.

A tecnologia depende de um conjunto de técnicas e tecnologias com novas formas de integração que revelam insights de conjuntos de dados diversificados, complexos e de escala massiva, de modo que eles possam ser tratados e, assim, tragam informações valiosas que outrora pareciam impossíveis de se obter.

Quais são as características de Big Data?

Elas podem ser descritas da seguinte forma:

  • Volume: quantidade de dados gerados e armazenados. O tamanho dos dados determina seu valor e insight em potencial e se pode ser considerado como Big Data ou não.
  • Variedade: tipo e natureza dos dados, o que ajuda as pessoas que o analisam a utilizá-los da maneira correta. O Big Data trabalha com textos, imagens, áudio e vídeo, além de completar partes faltantes através da fusão de dados.
  • Velocidade: neste contexto, representa quão rápido os dados são gerados e processados para atender a demandas e desafios que se encontram no caminho do crescimento e desenvolvimento. Dois tipos de velocidade relacionados a Big Data são a frequência de geração (entrada) e a frequência de manipulação, gravação e publicação (saída).
  • Veracidade: definição estendida de Big Data que se refere à qualidade e ao valor dos dados. A qualidade do que é capturado pode variar consideravelmente e, assim, afetar a precisão da análise.

Os dados precisam ser processados por ferramentas analíticas e algorítmicas avançadas para revelar informações com sentido. Para gerenciar uma fábrica, por exemplo, é preciso considerar os problemas visíveis e invisíveis de diferentes componentes.

No mesmo exemplo, os algoritmos de geração de informação precisam detectar e endereçar problemas invisíveis, como degradação de máquinas, desgaste de componentes e outros no chão de fábrica, o que por sua vez abrange uma grande quantidade de dados.

Qual é o impacto do Big Data no mundo dos negócios?

Muito grande. O Big Data é capaz de literalmente revolucionar o mundo corporativo em suas variadas áreas e instaurar uma nova era para esse universo tão complexo através de transformação de dados desorganizados em enorme escala em informações claras, precisas e valiosas.

Dados são valiosos, algo que é ainda mais evidente nos dias de hoje.  Algumas das aplicações do Big Data para os negócios em diferentes áreas são as seguintes:

Saúde

  • Tratamentos mais baratos graças a menor chance de ter que procurar por diagnósticos desnecessários;
  • Auxílio na prevenção de doenças através de sua detecção em estágios iniciais, de modo a tratá-las antes que se tornem algo mais sério;
  • Obtenção de tratamentos com embasamento científico que são identificados e prescritos depois de pesquisas em resultados médicos prévios.

Entretenimento

  • Previsão de interesses do público;
  • Insights de reviews dos clientes a respeito dos conteúdos compartilhados;
  • Efetividade no envio de anúncios a usuários que realmente estejam interessados no que é oferecido.

Transportes

  • Planejamento de rotas graças à compreensão dos melhores horários e trajetos baseados no tráfego;
  • Identificação de áreas potencialmente perigosas, o que pode ser avisado para os usuários de modo a reduzir o número de acidentes;
  • Estimativas em tempo real de congestionamentos e padrões de trânsito para procurar por rotas mais tranquilas.

Marketing

  • Identificação do interesse dos consumidores para ofertas desenvolvidas especialmente para cada um deles;
  • Gerenciamento de públicos com maior efetividade graças à similaridade dos conteúdos compartilhados e com os quais os usuários interagem em suas redes sociais;
  • Identificação de anúncios e propagandas com melhor retorno sobre investimento, de modo que os recursos sejam concentrados naquilo que oferece os melhores resultados.

Governo

  • Tomada de decisões assertivas e agilizadas sobre vários programas políticos;
  • Identificação de áreas que precisam de cuidados imediatos;
  • Superação de desafios nacionais, como desemprego, falta de segurança e exploração de recursos naturais, entre outros;
  • Identificação de sonegadores de impostos com eficácia e agilidade.

Big Data: um grande potencial para mudar o mundo

Existe uma famosa frase que afirma que tempo é dinheiro, e hoje é perfeitamente possível dizer que dados também são dinheiro, pois já estão transformando o mercado da maneira que o conhecemos.

Atualmente é possível perceber como os grandes conjuntos de dados estão sendo utilizados e a tendência é de que isso aumente cada vez mais, principalmente ao analisar que a quantidade de dados gerados diariamente por usuário também aumenta muito.

Da mesma forma que a consultoria em telecom é fundamental para as empresas hoje, o Big Data pode ocupar uma posição similar nos próximos anos. Esteja entre as primeiras companhias a adotar essa tecnologia e veja como o sucesso será, literalmente, uma questão de tempo.

Por Maria Gabriela Ortiz
LinkedIn:in/gabrelaortiz
Site: 
SEO Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *