fbpx

A Importância do Telefone nos seus negócios

A utilização do telefone é uma das mais importantes competências de um profissional, pois além de ser um instrumento eficiente de trabalho, é um dos meios de comunicação mais rápidos e uma ferramenta vital para as empresas reduzirem tempo, custos e solucionarem rapidamente qualquer problema ou situação. O telefone assume particular importância no Departamento Comercial, para o cumprimento dos objetivos organizacionais. Por esse motivo, aprender a utilizar o telefone para promover, por exemplo, um produto ou serviço exige disciplina para resultados efetivos.

Muitos empreendedores acreditam que por causa do uso da internet para a comunicação da empresa já podem dispensar o uso do telefone, afinal, recursos como a troca constante de e-mails, videoconferências por meio de Skype, comunicação rápida por Whatsapp e Viber ou envio de SMS para seus clientes e colaboradores podem substituí-lo perfeitamente.

Por que, então, você necessitaria de um número de telefone para se comunicar com as pessoas e divulgar seus produtos e serviços, não é verdade? Mas saiba que esse pensamento não está tão certo e você pode perder boas oportunidades de negócios assim.

Ganhe mais credibilidade

Quando a empresa tem um número de atendimento constando em seus dados de contato no site, ela se torna muito mais confiável para os clientes. Isso porque eles saberão para quem ligar caso tenham questões para resolver, problemas para sanar ou dúvidas a serem tiradas — de uma maneira muito mais rápida e atenciosa, provavelmente, do que seria o atendimento via chat ou e-mail. Essa é uma boa forma de ampliar a credibilidade da empresa no mercado, fidelizar a clientela e ainda conquistar mais consumidores para seu negócio. Uma ótima dica pode ser investir em um número 0800 para facilitar os contatos gratuitos para seus clientes.

Melhore seu atendimento

Ao entrarem em contato com a empresa, muitas pessoas querem ser ouvidas e atendidas na hora. O telefone é um excelente recurso para envolver os clientes e proporcionar um atendimento mais ágil, personalizado e zeloso, buscando solucionar adequadamente as demandas do cliente. Pode ser uma ótima ideia investir nos múltiplos recursos que o serviço de PABX Virtual pode oferecer para o seu negócio, com Menus Automáticos de atendimento, mensagem de boas-vindas e muito mais. A pessoa entra em contato com você e passa por uma triagem rápida, sendo direcionada para o setor onde receberá atendimento qualificado (se quiser falar com o financeiro ou com o suporte técnico, por exemplo).

Fique mais próximo de seus clientes

É possível também criar números fixos de outras cidades ou estados diferentes de sua área de atuação real, ou seja, de onde está o seu escritório central, para se aproximar ainda mais de seus clientes. Se você está sediado no Rio de Janeiro, mas tem muitos clientes em São Paulo e em Curitiba, por exemplo, pode ter números de telefones com códigos de área desses municípios para que os clientes se sintam mais confortáveis (e não precisem pagar tarifas mais altas) ao entrar em contato com a sua empresa. Há uma tecnologia chamada número virtual que permite esse tipo de serviço. Você pode investir ainda em um número 4007, que é um número de telefone fixo único, que oferece cobertura nas principais cidades e capitais do país.

Dica extra: cuidado com os custos da telefonia tradicional

A tecnologia VoIP é aquela que permite que você e sua equipe façam e recebam chamadas por meio de uma conexão de internet. Com isso, podem-se fazer ligações para qualquer lugar do mundo, de forma barata e bastante fácil, basta estar conectado!

Se você ainda usa o celular como telefone comercial pensando que está economizando, é hora de deixar esse hábito para trás. Muitas operadoras inserem serviços desnecessários em seus pacotes corporativos e com uma solução VoIP você sabe exatamente quanto gasta, em tempo real, de modo que a empresa não vai ter custos enormes com telefonia — e nem um susto na conta no final do mês.

Você acha que o telefone ainda é importante para a empresa? Já está (re)pensando suas crenças sobre o uso dessa importante ferramenta no seu negócio? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de outras excelentes dicas e vantagens para aproveitar essa solução tecnológica fantástica!

 

Dia 10 de março é o dia do telefone

 

HISTÓRIA DO TELEFONE

     O telefone nasceu meio por acaso, na noite de 2 de junho de 1875. Alexander Graham Bell, um imigrante escocês que morava nos Estados Unidos e era professor de surdos-mudos, fazia experiências com um telégrafo harmônico quando seu ajudante, Thomas Watson, puxou a corda do transmissor e emitiu um som diferente. O som foi ouvido por Bell do outro lado da linha.

     A invenção foi patenteada em 7 de março de 1876, mas a data que entrou para a história da telefonia foi 10 de março de 1876. Nesse dia, foi feita a transmissão elétrica da primeira mensagem completa pelo aparelho recém-inventado. Graham Bell se encontrava no último andar de uma hospedaria em Boston, nos Estados Unidos. Watson trabalhava no térreo e atendeu  o telefone, que tilintara. Ouviu, espantado: “Senhor Watson, venha cá. Preciso falar-lhe.” Ele correu até o sótão de onde Bell havia telefonado. Começava uma longa história. A história das telecomunicações, que iria revolucionar o mundo dali em diante.

TELEFONIA CELULAR

     A forma mais conhecida e comum de ligar o usuário à Central Telefônica até bem pouco tempo, em todo o mundo, era o fio metálico; mas existem outras formas. Há muito tempo, é utilizado o sistema de rádio para interligar assinantes que estejam distantes das Centrais Telefônicas ou em local de difícil acesso. Assim como recebemos sinais de TV e Rádio transmitidos em freqüências, recebemos também sinais de voz em freqüências substituindo o fio metálico. Dessa forma, é possível que esse sinal seja emitido a partir de veículos ou pessoas em movimento.

     A comunicação móvel é utilizada há muito tempo, mas tratava-se de sistemas de baixa qualidade que apresentavam limitações em função da ocupação do espectro de freqüências (há perigo de interferência quando há grande quantidade de ligações), além da tecnologia até então disponível. Com a evolução tecnológica e o crescimento da procura por este tipo de serviço, surge a Telefonia Móvel Celular.

     O sistema celular é uma tecnologia aplicada para conseguir melhor eficiência no emprego de freqüências de rádio disponíveis (freqüências não utilizadas por rádio ou TV), reutilizando-as a distâncias relativamente curtas, dentro de uma mesma área metropolitana. A reutilização de freqüências consiste basicamente em dividir uma determinada área de atendimento em células (formato hexagonal), onde cada uma dispõe de um conjunto de freqüências diferentes das vizinhas, de forma que células próximas (mas não vizinhas) possam valer-se da mesma freqüência sem risco de interferência. Além do aumento na capacidade, isso significa que, uma vez estabelecida a ligação, o usuário pode se deslocar para qualquer ponto, pois a mudança de uma célula para outra será automática. Todo esse processo envolve um complexo sistema de sinalização, controles de chamadas e outros recursos.

 

COMPOSIÇÃO DO SISTEMA

     Além do terminal móvel, conhecido como telefone celular, há a Estação Rádio Base (ERB), responsável pela emissão e recepção de sinais provenientes destes terminais (torres em vários locais). Cada célula possui uma ERB, e estas se interligam a uma Central de Comutação e Controle (CCC) que realiza as funções básicas de designar canais de comunicação do Sistema Móvel, interligar este sistema ao de Telefonia Pública e supervisionar e controlar todas as chamadas para dentro ou para fora do Sistema. Geralmente a interligação das ERBs à Central de Comutação e Controle se faz por meio de troncos convencionais.

     É possível, hoje, fazer ligações para qualquer parte do planeta.

 

TELEFONIA CELULAR NO BRASIL E NO MUNDO

     Apesar de a comunicação móvel ser conhecida desde o começo do século XX, ela só foi desenvolvida em 1947 pelo Laboratório Bell, dos EUA, mas somente no final da década de 70 e início da de 80 o Japão e a Suécia ativam seus serviços com tecnologia própria (78 e 81 respectivamente). E em 1983 a companhia americana AT&T criou tecnologia específica, implantada pela primeira vez em Chicago. A telefonia celular eclodiu, portanto, na década de 80; quase todos os países, desde então, a estão adotando. Com a incrível expansão do mercado, já se partiu para a segunda geração, com a telefonia celular digital, onde o sinal de voz é digitalizado.

     No Brasil, no início da década de 70, foi implantado em Brasília um serviço anterior à tecnologia celular, contando com apenas 150 terminais. E, em 1984, deu-se início à análise de sistemas de tecnologia celular, sendo definido o padrão americano, analógico AMPS, como modelo a ser introduzido (foi implantado, também, em todos os outros países do continente americano e em alguns países da Ásia e Austrália). A primeira cidade a usar o serviço foi o Rio de Janeiro, em 1990, seguido por Brasília. Em São Paulo, considerado o último dos grandes mercados do mundo, o serviço móvel celular foi inaugurado em 6 de agosto de 1993 numa área de concessão que envolveu 620 municípios, sendo 64 em sua região metropolitana e 556 no Interior. A partir de 31 de janeiro de 1998, o serviço celular passou a ser operado pela Telesp Celular S.A., na Banda A.

     No início, os aparelhos pesavam quase meio quilo, e os assinantes tinham que pagar uma caução de US$ 20 mil para entrar no sistema. Havia aparelhos veiculares que ficavam fixos no carro e outros que podiam ser carregados.

     Em 1997, com a liberação da Banda B para empresas privadas, o sistema aumentou as áreas de abrangência e o número de terminais.

     A Telebahia Celular foi a primeira do Brasil a oferecer os serviços de “Caixa de Mensagem”, como opção gratuita para os clientes. Foi também a primeira operadora no País a lançar a tecnologia CDMA, sigla em inglês para a expressão Acesso Múltiplo por Divisão de Código.

     A Telesp Celular lançou em 28 de junho de 2000 o serviço WAAAP. A empresa foi a primeira operadora a disponibilizar comercialmente o serviço de Internet no celular – Internet de Bolso – no Estado de São Paulo. O WAAAP oferece, entre outros serviços, o envio e recebimento de e-mails, acesso ao sistema bancário, notícias on-line gerais e especializadas, verificação das condições do trânsito, compras, consulta ao roteiro gastronômico para escolha de restaurantes e bares e consulta de cinemas, além de horóscopos, jogos e outros serviços.

     O mercado brasileiro registrou grande expansão em 1999. O número de terminais passou de 7,4 milhões para 15 milhões. Em janeiro de 2001, com a liberação das Bandas C, D e E, o sistema aumentou ainda mais as áreas de abrangência e o número de terminais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *